sábado, 16 de agosto de 2014

Serra

A Neblina cega
O frio congela 
Nada se vê.
A beleza do abismo se pressente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário